Marketing de Causa: quando usar

06/11/2019

Marketing de Causa quando usar

Já pensou em fortalecer a sua marca e fidelizar clientes? Então aderir estratégias de marketing de maneira bem planejada pode ser a chave para um resultado bem-sucedido.

 

 

Consumidores e marcas

 

Cada vez mais os consumidores estão desenvolvendo consciência social e ambiental apuradas. Não é à toa que a preocupação com o impacto que as coisas podem causar na sociedade e no meio ambiente vem influenciando as suas escolhas ao adquirir um novo produto ou serviço, e também são decisivas na hora de relacionar o consumidor com marcas.

 

Algumas empresas perceberam a necessidade de desenvolver estratégias voltadas para questões sociais e ambientais, e também entenderam a empatia por parte do público. Assim, começaram a pôr em prática alguns gatilhos de marketing com o poder de estreitar este relacionamento e influenciar, como por exemplo: apoiar causas nas suas redes sociais como uma estratégia de engajamento e fidelização.

 

Este método vem se tornando cada vez mais popular, e é chamado de Marketing de Causa, você já o conhece? Bom, talvez você já esteja utilizando esta tática e não sabia!  Por isso, antes de mais nada, é preciso entender este estilo de marketing que vem ganhando espaço no cenário atual, para então utilizá-lo da melhor maneira para o seu negócio.

 

 

 

O que é Marketing de Causa?

 

O Marketing de Causa é uma estratégia que as empresas podem utilizar para promover causas ambientas e/ou sociais quando estão relacionadas aos propósitos da marca. Estas causas costumam fazer parte de alguma necessidade que precisa de atenção.

 

Ou seja, não basta apenas ser bonito, para ser considerado um Marketing de Causa é preciso que ele tenha um significado que una o público com a empresa. Dentro deste cenário, ele acaba abrangendo algumas abordagens conhecidas como: responsabilidade social e o marketing social.

 

 

 

1. Responsabilidade social

 

A responsabilidade social está ligada à ações voluntárias que as empresas realizam para impactar e proporcionar o bem-estar de colaboradores, clientes, comunidade e/ou meio ambiente:

 

responsabilidade social(Imagem retirada do site Revista AdNormas)

 

Investir em sistemas de energia renovável dentro da própria empresa minimizando os impactos ambientais, é um dos exemplos da responsabilidade social que um negócio pode desenvolver.

 

Quando uma empresa adere a esse tipo de posicionamento, ela consegue gerar uma boa imagem, ajudar a natureza, a sociedade e aumentar a conexão com o público da organização. Afinal, o investimento em causas sociais atrai e engaja tanto novos como antigos consumidores da marca.

 

 

 

2. Marketing social

 

O marketing social promove ações que visam mudança de comportamento e de visão tanto do indivíduo em si, bem como das comunidades.

 

Esta abordagem não necessariamente está relacionada com investimentos, logo, seus recursos costumam ser oriundos de outras iniciativas como: esforços colaborativos que podem envolver entidades com/ou sem fins lucrativos, com a intenção proporcionar benefícios sociais.

 

Um exemplo é quando uma organização realiza voluntariado em prol de uma causa carente auxiliando problemas: na educação, de violência, poluição e saúde, incentivando a igualdade, entre outros.

 

marketing social

 

 

Mas… Será que todo este apoio é legitimo perante a causa que a empresa está divulgando ou apenas busca explorar uma imagem que não condiz com os seus valores?

 

 

 

Usando o Marketing de Causa: estratégias

 

Pensar em apoiar uma causa é sempre interessante, não é mesmo? Porém, até que ponto isso realmente condiz com o propósito da sua marca?

 

Como vimos, é essencial que o Marketing de Causa tenha um significado que una o público com a empresa. Todavia, é comum nos deparamos com organizações que utilizam esta estratégia apenas para se autopromover. Isso pode gerar um desconforto e afastar clientes, prejudicando a reputação do negócio.

 

Então, como aplicar tal conceito em seu negócio? Vejamos a seguir algumas estratégias e boas práticas:

 

 

1. Defina e alinhe causa e valores

 

A escolha da causa que a empresa irá aderir de preferência deve estar alinhada com os seus objetivos e valores. Afinal, isso mostrará ao público que os ideais são genuínos e trará credibilidade à marca.

 

Além do que, quanto mais próximo, mais o consumidor terá a sensação de estar ajudando ativamente com a causa, fazendo com que o engajamento seja ainda maior.

 

 

 

2. Transparência

 

Os dados são amigos da credibilidade.

 

Mostrar para o público valores reais que serão destinados, resultados e outros fatores também terá um peso na hora do consumidor escolher a sua marca para se fidelizar.

 

 

 

3. Determine canais e formas de divulgação

 

As plataformas importam, afinal, você deve estar onde o seu público está, além do que, as formas como você passa estas informações está diretamente relacionada com os canais. Por exemplo, investir em vídeos é um ótimo meio de contar histórias e deixar o consumidor atualizado e empolgado com o que vem depois.

 

Vale ressaltar que nem tudo é material de divulgação. Algumas dores podem afetar negativamente o usuário e gerar resultados negativos.

 

 

 

4. Engaje!

 

Promover ações fará com que as pessoas se sintam parte da causa e expandirá os ideais. Que tal começar um uma hashtag ou até mesmo um desafio?

 

 

 

5. Vá além do financeiro

 

Ajuda financeira, mesmo que essencial não é tudo. Outras abordagens podem ser até mais valiosas como por exemplo: promover capacitações, incluir pessoas no mercado de trabalho, aderir a métodos sustentáveis, entre outras. Isso mostrará a verdadeira essência da marca.

 

 

 

6. Parcerias são sempre uma boa ideia

 

Uma mão lava a outra, isso significa que em dobro o impacto é maior.

 

Fazer parceiras com outras empresas, organizações ou ONGS pode trazer resultados incríveis.

 

 

 

Exemplos de empresas que utilizam Marketing de Causa

 

Nada melhor para entender o Marketing de Causa do que conhecendo negócios que já o utilizam, não é mesmo? Então confira algumas delas:

 

 

TOMS

 

Uma das empresas, que se destaca por defender e incentivar causas que buscam um amanhã melhor é a TOMS.

 

Desde 2006 no mercado, a TOMS é uma loja de sapatos que utiliza o seu negócio não apenas para vender, mas também para melhorar vidas e o meio ambiente. Como? Realizando doações e engajando-se com causas, além de fazer com o que o seu consumidor sinta-se parte deste processo durante as compras!

 

 

toms(Imagens retiradas do site TOMS)

 

É possível selecionar o segmento que você deseja apoiar para que ações sejam tomadas em relação à: igualdade, segurança nos mares, pessoas sem-teto, saúde mental, fim da violência com armas, doando sapatos.

 

Além disso, outras empresas também garantem o seu papel, como é o caso:

 

 

NATURA

natura(Imagem retirada do site Acontecendo Aqui)

 

A partir da dificuldade de manuseio de uma das plantas que produz o óleo de murumuru, utilizado em alguns dos seus cosméticos, a Natura realiza uma ação educativa que resultou na preservação de mais de 3 mil destas palmeiras.

 

A planta que dá origem ao óleo, muitas vezes leva à pratica de queimadas, logo, a solução encontrada desde 2009 pela Natura é de manter uma rede de fornecedores composta por aproximadamente 26 comunidades em todo o Brasil que possuem conhecimentos sobre a planta, evitando o desmatamento.

 

 

FABER-CASTELL

 

faber castell(Imagem retirada do site Logo Download)

 

Outra empresa que investe em projetos ecologicos é a Faber-Castell e não é a toa que ela está entre as marcas que mais conserva recursos naturais.

 

Ela além de utilizar materiais de reflorestameno, também mostra a sua preocupação com o meio ambiente com o aplicativo “Floresta sem fim”, que visa a conscientização sobre a importancia da preservação do ecosistema, voltado principalmente, para as novas gerações.

 

 

 

PAMPILI

pampili(Imagem retirada do site Gazeta do Povo)

 

Uma das grandes marcas de caçado infantis, Pampili, não fica de fora. Ela faz parte do movimento “Ser menina” desenvolvido pela ONG Plan International (ONG que promove o direito e a igualdade para as meninas, presentes em mais de 70 países). Este projeto visa fornecer o desenvolvimento de conhecimento por meio do estudo para meninas do mundo todo, lurtando contra a descriminação.

 

Além disso, a Pampili conta com outros projetos sociais voltados à crianças e outras ações internas que se estendem para a comunidade como plantio de árvores, entre outros.

 

 

 

Como visto, apoiar e realizar um Marketing de Causa não é apenas investir em postagens durante datas comemorativas. Este modelo de marketing é profundo e recheado de significado.

 

Agora que você já sabe disso tudo, que tal ajudar a sociedade e o meio ambiente aprimorando a imagem do seu negócio e gerando engajamento?

 

Para isso, conte com uma equipe especializada de Marketing Digital e seja relevante

 

www.cgdw.com.br

 

compartilhe nas redes sociais:

Telefone:

(41) 3272.3828

(41) 3089.3821

e-mail:

contato@cgdw.com.br

onde estamos:

R. Antônio Escorsin, 1650
São Braz, Curitiba/PR
(Subsolo)

Solicite uma visita

Nós vamos até você